Qual a quantidade de canais que preciso no meu aparelho auditivo?

boyballon2BalloonBorder

Essa é uma pergunta que me fazem à todo momento.

Fiz uma analogia com balões. Não é toda criança que precisa de muitos balões para ser feliz. Às vezes um  balão já faz toda a alegria. Com essa história de canais e aparelhos auditivos é parecido…

Minha filosofia é a seguinte: depende da audiometria. Não é o número de canais que vai definir uma melhor adaptação. Quanto mais plana a configuração da audiometria, menos canais necessito. Simples assim.

O que acontece é o seguinte… os fabricantes aliam o maior número de canais aos recursos que realmente melhoram a adaptação. Que recursos são estes? Aqui alguns deles:

  •  Redutor de ruído – reduz o ruído e mantém a fala amplificada
  • Cancelamento de microfonia – reduz ou elimina o apito
  • Microfone Direcional – prioriza a fala em locais ruidosos
  • Conectividade – conecta seu aparelho auditivo ao celular e TV

O que quero dizer é o seguinte, um aparelho que tem 48 canais é melhor que o de 20 somente pelos recursos adicionais que possui e não pelo fato de possuir 28 canais a mais. Volto a dizer, um número maior de canais fará diferença se a configuração do audiograma for muito descendente mas isso deve ser avaliado caso a caso.

Li uma pesquisa muito interessante dizendo que acima de 12 canais o paciente não consegue perceber a diferença na qualidade do som.  Não acredito que isso seja verdade para todos os pacientes mas deve ser levado em consideração.

A diferença de qualidade sonora proporcionada pelo maior número de canais pode variar de paciente para paciente.

Sou do time que gosta de testar para ter evidências para decidir JUNTO com o paciente qual a melhor opção.

Só depois do teste que podemos escolher quantos balões serão necessários!  🙂 

5 comentários

  1. Olá
    Minha idade é 45 ANOS.
    Tenho perda mista no ouvido esquerdo e leve do direito, procurei a fono e logo ela me disse que eu teria que usar nos 02 lados para receber melhor o som. Comprei da marca ARDOSY, 12 casais e fui convicta quando comprei pois o de mais canais era muito mais caro, e a fono me fez a pergunta: Não quer aproveitar e levar de mais canais ? hoje lendo seu POST até me arrependi que ter feito negocio com ela, pois tenho que ela tem muito interesse em vender, e além do mais sou obrigada a ficar com o aparelho se eu não me adaptar pois ela só tinha 02 modelos para teste de 03 dias.

    1. Quando se adquire um aparelho auditivo, a adaptação está inclusa no preço. Minha sugestão é vc retornar à sua Fono e explicar o que não está bom na regulagem do aparelho.

  2. Gostaria de saber o que significa sus afirmação: “Quanto mais plana a configuração da audiometria, menos canais necessito. Simples assim”.

    1. Olá Franceso, tudo bem?
      Obrigada pelo seu contato.
      Um dos parâmetros para se colocar um aparelho de muitos canais é a configuração da perda (em outras palavras, o desenho da audiometria: se é reta (plana), se descendente (pior nos agudos), etc. O que quis dizer com a frase citada, é o seguinte: quanto mais linear o desenho da audiometria menos canais o aparelho necessita ter. Agora, o que acontece na prática é que os fabricantes aliam o recurso de “número de canais maior” à produtos TOP DE LINHA com outros recursos que podem ser extremamente valiosos para o paciente (como por exemplo um redutor de ruído mais sofisticado ou mais eficiente). Aí muitas vezes o fonoaudiólogo escolhe um produto mais caro devido a esses recursos e não simplesmente por conta do numero de canais. Espero ter ajudado ! 🙂

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *