Uso de aparelho auditivo pode proteger contra demência

É isso mesmo que vc leu! Essa novidade foi publicada julho agora. Acabei ficando por dentro pois acompanho o PORTAL OTORRINO do Dr. Luciano Moreira no Facebook. Vale a pena seguir! 🙂

Pesquisadores afirmam que o uso efetivo de aparelhos auditivos pode ajudar a proteger o cérebro e diminuir o risco de demência.

Esse novo estudo sugere que usar aparelho auditivo em casos de perda auditiva relacionada a idade é a melhor forma de manter o cérebro funcionante, se comparado ao não uso da prótese auditiva.

Resumindo: estes estudos, conduzidos na Universidade de Exeter e King’s College London provam que encorajar o uso efetivo de aparelhos auditivos pode ajudar a proteger o cérebro e reduzir o risco de demência.

Este estudo online foi feito da seguinte forma:

Os dados foram coletados por mais de 3 anos: 4.372 participantes iniciais com perda auditiva. Foram criados 2 grupos de pacientes, que fizeram testes cognitivos por mais de 2 anos:

GRUPO 1 – 1.001 participantes que usavam aparelhos auditivos

GRUPO 2 – 1.792 participantes que não usavam aparelhos auditivos

Resultados: o GRUPO 1 teve melhor performance nos testes de memória de trabalho e de atenção. Ou seja, responderam melhor e mais rapidamente. E isso, dizem os cientistas, é um reflexo da concentração, por exemplo, esforçar-se para ouvir um som, observar atentamente um objeto de grande interesse ou ouvir atentamente alguém falando.

Segundo o professor Clive Ballard, um dos responsáveis pelo estudo:

” A mensagem que queremos passar é a seguinte: se você foi orientado a usar um aparelho auditivo, procure um que seja bom para você.
No mínimo, vai melhorar sua audição e pode ajudar a manter seu cérebro aguçado também.”

Para finalizar, ele conclui: ” Nosso trabalho é um dos maiores estudos para analisar o impacto do uso de aparelhos auditivos e sugere que o uso de um aparelho auditivo poderia realmente proteger o cérebro. Agora precisamos de mais pesquisas e um ensaio clínico para testar isso e, talvez, desenvolvermos políticas para ajudar a manter as pessoas saudáveis ​​mesmo com idade avançada.”

Conheça mais sobre o PROTECT , este estudo online com mais de 2.5000 pessoas com 50 anos ou mais. A participação é remota, com todos os registros e consentimentos necessários.

Boa semana a todos 🙂

Por: Mirella Horiuti

Para: www.naoescuto.com

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *