Todos pacientes precisam de tecnologia top de linha?

Essa pergunta sempre me fazem… há alguns anos participei de um congresso no qual esse tema era debatido. No final, tinha gente que achava que sim… outros que não. Mas numa coisa todos concordaram… com o passar do tempo, os recursos dos aparelhos premium passam a fazer parte das outras linhas pois a tecnologia está sempre em evolução. A indústria está sempre criando coisas novas.

Na verdade, essa semana li algumas coisas muito interessantes sobre isso e também sobre vender ou não vender um aparelho top de linha. Confesso que fiquei um pouco pensativa… e resolvi dar minha opinião sobre o tema.

Sei que os fabricantes investem tempo e muito dinheiro no desenvolvimento de novos recursos e produtos visando a melhora do entendimento da fala. Posso falar de carteirinha pois trabalhei em um deles por muito tempo.

Mas vamos lá… essa é a minha opinião pessoal. 🙂

Para mim, tudo é muito simples. Mas, como diz uma grande amiga minha, fazer o óbvio não é nada fácil.

O papel do fonoaudiólogo, que é um profissional de saúde, não é vender um aparelho auditivo. Infelizmente muitos colegas e donos de empresas esquecem disso.

Nosso compromisso é com a saúde auditiva do paciente: avaliar suas necessidades auditivas e suas preferências. A partir daí sim, encontrar a melhor solução auditiva que o atenda.

Logo, se com um aparelho auditivo básico, intermediário ou avançado as necessidades e preferências são atendidas, não vejo motivo de selecionar um produto mais sofisticado e caro.

E mais uma coisa…. a tecnologia tem evoluído tanto que mesmo esses aparelhos auditivos menos ” High Tech” dispõem de muitos recursos!

Mas sempre digo aos meus pacientes que antes de comprar devem TESTAR várias tecnologias para ter certeza… a análise dos resultados do teste domiciliar é o que irá definir a melhor tecnologia para cada futuro usuário.

Boa semana a todos! 🙂

­

Por: Mirella Horiuti

Para: www.naoescuto.com

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *